Todos nós queremos que nossos filhos sejam bem sucedidos, tanto na vida pessoal, quanto na vida profissional.

Mas, com tantas habilidades importantes hoje em dia, como priorizar qual devemos ensinar?

A habilidade de programação é uma que vem se destacando principalmente no século XXI, e estamos aqui para explicar 6 motivos do por quê seu filho deveria aprender essa habilidade tão importante. E no final desse texto, a gente vai ter uma surpresa para você!

  1. Nosso mundo está ficando cada vez mais tecnológico

Os dados estão se tornando o recurso mais valioso na economia global, e as pessoas com amplo conhecimento digital estão ficando mais valiosas no mercado. Um número estimado de 50 bilhões de dispositivos eletrônicos inteligentes serão usados em 2020, ilustrando a abundância da tecnologia em nossas vidas.

2. Uma forma real de aprendizado

Ensinar crianças a programar realmente as incentiva a aprender, e não apenas memorizar e replicar fatos. Desafia o estudante a pensar criticamente em cima do problema, definir bem objetivos e como isso deve ser feito. Plataformas amigáveis, como Scratch, ajudam o estudante a criar seus próprios projetos de programação.

3. Ensinar o estudante a não desistir

Muita criatividade está presente na programação, mas também muitos erros acontecem (só perguntar para qualquer profissional da área). Erros e bugs (provavelmente você já ouviu essa palavra do seu filho) costumam aparecer no código, repetidamente, e é preciso persistir para resolvê-los.

4. Pode ser aplicado a praticamente qualquer cosia que os estudantes estão aprendendo

A ciência da computação está sendo aplicada em todos os cantos do mundo, e por isso a programação também desenvolve a capacidade de resolver problemas, uma habilidade importante para qualquer pessoa. Ensinando crianças a programar vai criar confiança em explorar áreas como engenharia de software, construção de jogos, análise de dados e desenvolvimento de aplicativos.

5. É desafiador e colaborativo

Nos projetos de programação é preciso conversar com muita gente para coletar feedbacks e entender novas práticas. A construção do projeto é colaborativa.

6. Ensina os estudantes sobre o pensamento computacional

Isso significa que independente da linguagem que o estudante conheça (Scratch, Python, JavaScript) eles irão aprender a como separar os problemas em partes menores, observas padrões nos dados, identificar como esses padrões são gerados e desenvolver um passo a passo para resolver os problemas.

7. É bom para o cérebro

Pesquisadores descobriram que pessoas que programam têm tendência a ter menos doenças neurodegenerativas em idades avançadas. Programadores também se saem melhores em tarefas cognitivas, porque a programação ativa áreas do cérebro relacionadas à memória, atenção e lógica.

Muito legal, não é? Agora vem a surpresa.

Se você ficou interessado em facilitar os primeiros passos da programação para o seu filho, você tem direito a uma aula experimental gratuita, a aula é 0n-line e com professor particular, basta clicar aqui e garantir a sua.

Até a próxima!